26 de dez de 2015

Beautiful Redemption - Livro 2


Sinopse
Se um garoto Maddox se apaixona, ele ama para sempre. Mas e se ele não te amasse primeiro?
Liis Lindy é uma agente do FBI que não está de brincadeira. Decidida que ela é casada apenas com seu trabalho, ela termina seu noivado e é transferida de Chicago, para o centro de operações de San Diego. Ela ama sua mesa. É comprometida com seu laptop. Sonha com promoções e apertar as mãos do diretor após resolver um caso impossível.
Agente Especial no Comando, Thomas Maddox, é arrogante, não perdoa com facilidade, e cruel. Ele é encarregado da prisão de alguns dos criminosos mais barra pesada do mundo, e é um dos melhores que a agência tem. Ainda assim, por mais que tenha salvado muitas vidas, há uma que está além de seu alcance. Seu irmão mais novo, Travis, irá enfrentar um tempo na prisão por seu envolvimento em um incêndio de um porão que matou vários estudantes, e a mídia quer uma condenação.
Liis é teimosa, desafiante, e ainda assim, de alguma forma, ela consegue suavizar as asperezas de Thomas, tornando-a a agente perfeita para acompanhá-lo à cerimônia. Fingindo ser um casal, eles precisam ir até a renovação dos votos de Travis e Abby na praia, e dar as notícias à Travis, mas quando o fingimento acaba, ela se pega perguntando se eles estavam mesmo fingindo.
No segundo volume da série dos Irmãos Maddox, experimente em primeira mão o mundo do esquivo Thomas Maddox, e quão bom o amor pode ser quando você não é o primeiro, mas o último.

Resenha
Gente, que livro! Liis rapidamente faz amizade com Val, sua nova colega de trabalho que é super extrovertida e um detector de mentiras humano. Várias cenas engraçadas vêm da interação dessas duas.
Mas o que dizer de Thomas Maddox? Após ter o coração quebrado, Thomas se torna um chefe ranzinza e mal humorado, fazendo a vida dos que trabalham sob seu comando um verdadeiro inferno. O romance entre ele e Liis é, em resumo, complicado. Liis ama seu trabalho acima de tudo e não deixa nada ficar no caminho para seus objetivos, prova disso é o término de seu NOIVADO, que ela deixou para trás. Além disso, ela tem quase uma fobia de relacionamentos. Thomas por outro lado,continua apaixonado por sua ex (quem leu o primeiro livro sabe que a ex de Thomas agora esta com o irmão dele, Trent). Logo, a insegurança cresce em Liis, primeiro porque ela tem medo de se apaixonar e se apaixonar por alguém que ama outra pessoa é pior ainda.


Isso deixa o livro um pouco mais próximo da realidade, quem nunca se sentiu insegura num relacionamento?
Thomas se esforça para mostrar que não está usando Liis como uma simples distração.

Resumindo, o livro é lindo, cheio de drama, como todo relacionamento, recheado de cenas fofas e com um final emocionante.



As esganadas




Sinpose:

Como ator e comediante, o Jô é um grande fazedor de tipos. Sabe como poucos construir um personagem, defini-lo com um detalhe e dar-lhe vida com graça e inteligência. Como autor, essa sua maestria se expande: os tipos são postos no mundo e, mais do que no mundo, numa trama — e o seu criador (eu quase escrevi Criador, pois não deixa de ser um trabalho de deus) se solta. Toda a ficção do Jô é feita de grandes personagens envolvidos em grandes tramas.

Os tipos e a trama deste livro são especialmente engenhosos e através deles o autor nos dá um retrato saboroso do Rio de Janeiro no fim dos anos 1930 e começo do Estado Novo — o Rio das vedetes que davam e dos políticos que tomavam, das estrelas do rádio e das corridas de “baratinhas”. E nesse mundo em ebulição chega uma figura portuguesa, saída de um poema do Fernando Pessoa, para elucidar o estranho e terrível caso das gordas desaparecidas que…

Mas não vou revelar mais nada. Um dos prazeres da literatura policial é ir acompanhando o desvendar de uma trama, levados de revelação a revelação por alguém com a fórmula exata para nos enlevar — e enredar. No caso do Jô, quem nos guia é um autor que já provou seu domínio do gênero, e que aqui se supera na perfeita dosagem de invenção, humor e erudição que nos prende desde a primeira página, desde a epígrafe.

Prepare-se para ser enlevado e enredado, portanto. E prepare-se para outras sensações. Só posso dizer que a trama deixará você, ao mesmo tempo, horrorizado e com fome. E que depois da sua leitura os Pastéis de Santa Clara jamais significarão o mesmo.
Sinopse via Skoob

Resenha:
Este é o primeiro livro do Jô Soares que leio e não me lembro como cheguei até  ele, até porque normalmente não procuro livros desse gênero (Romance policial). Mas enfim, li esse livro e gostei.
Trata-se de uma história sobre assassinatos em série que se passa no Rio de Janeiro na época do Estado Novo. Embora a maioria dos personagens sejam fictícios são citados alguns personagens históricos como: Getúlio Vargas, Fernando Pessoa e Adolf Hitler.
Desde o início da história o autor revela quem é o "serial-killer" e porque essa fixação por matar mulheres gordas. E então a trama se desenvolve na expectativa de que o assassino seja descoberto e preso. O psicopata em questão é Caronte, o dono de uma funerária e conhecido por todos.Seu Pai suicidou e sua mãe foi assassinada pelo próprio Caronte, aliás ela foi sua primeira vítima.
Os responsáveis por desvendar o caso são: Noronha, o delegado ,Calixto seu auxiliar ,Tobias Esteves, um ex-policial investigativo português  e atual confeiteiro de sucesso no Rio de Janeiro e Diana, a jornalista investigativa que acompanha os policiais durante as ocorrências.
As motivações psicológicas do psicopata e a forma como as vítimas eram encontradas após o assassinato são no mínimo bizarras.
A história me prendeu do começo ao fim e apesar de se tratar de uma série de assassinatos, têm uma veia cômica muito interessante.



19 de dez de 2015

The Rocker Who Savors Me - Livro 2



Sinopse
Layla...
... teve uma vida dura. Ficou por conta própria em uma idade jovem, tendo sempre que fazer o que precisava ser feito apenas para sobreviver. Agora ela tem duas outras pessoas dependendo dela e precisa de um trabalho rápido antes que sejam despejadas. A entrevista de emprego a apresenta a Jesse Thornton, o delicioso baterista dos Asas do Demônio. Ele lembra-a de todos os erros do seu passado, mas é também sua esperança para o futuro.
Jesse...
... nunca deixou ninguém entrar. A única família verdadeira que ele alguma vez teve são seus irmãos de banda e Emmie, a única mulher que ele já amou. Mas, então, Layla entra em sua vida e ele faria qualquer coisa para conseguir um gosto dela. Ele pode ultrapassar suas próprias inseguranças e permitir que essa mulher entre em seu coração?
Sinopse via Skoob.

Resenha
Layla e Emmie se tornam amigas quase instantaneamente, o que surpreende a todos, uma vez que Emmie não possui quase nenhuma amiga mulher. A amizade entre elas é linda, a cumplicidade e a lealdade que uma tem com a outra é um laço de irmãs. A atração entre Layla e Jesse também foi imediata, ele se apaixonou por sua risada sexy primeiramente, e então por seu corpo curvelíneo, tatuado e perfurado, e então pela pessoa que possui todos esses atributos. O livro é recheado com cenas quentes, momentos fofos e demonstrações de amizade.
A melhor parte do livro é que ele mostra a próxima história da serie paralelamente, que por sinal é meu livro PREFERIDO DE TODOS DA SAGA!!! (Vou resenha-lo para vocês em breve).
Concluindo, o livro é bom, da para se divertir e se apaixonar pela história do casal.

18 de dez de 2015

O Melhor de Mim

Sinopse:
Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam.

Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável.

Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.

Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre.

Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las. 
Sinopse via Skoob

Resenha:
Essa com certeza é uma das mais belas histórias de amor que eu já li (Considerando que eu tenha lido muitas histórias de amor, muitas mesmo). Nicholas Sparks se superou ao escrever esse livro, pegou um tema que poderia originar algo super clichê e a transformou numa surpreendente e envolvente história de amor que sobreviveu ao tempo e a distância.
Pense num homem bom...pensou? então, Dawson era ainda melhor. Um homem amoroso e generoso mas com  quem a vida foi extremamente cruel.Lembram daquela música do Luan Santana que dizia que ele ficaria esperando eternamente pela mulher amada? Sempre achei que esse cara não existia, mas agora tenho quase certeza de que o nome dele é Dawson.
Sempre me envolvo muito com as histórias que leio(mais do que deveria rs) e com "O melhor de mim" não foi diferente. Questionei algumas escolhas de Amanda, mas depois me peguei pensando se não teria feito o mesmo, fiquei mal com as injustiças cometidas contra Dawson e o final desse livro foi simplesmente surpreendente.

"Eu lhe dei o melhor se mim..."




Para nossa surpresa (SQN) o livro virou filme. Ainda não assisti, então não sei se é fiel ou não ao livro, mas pretendo fazer isso em breve.






11 de dez de 2015

A garota que você deixou para trás


 Sinopse

Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo a família, a reputação e a vida na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos
2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.
 Sinopse via Skoob

Resenha

Esse foi o segundo livro da autora Jojo Moyes  que eu li, e depois de sobreviver à "Como eu era antes de você" e "A garota que você deixou para trás" tenho plena certeza de que não tenho problemas cardiácos.
Histórias  dramáticas que se passam durante guerras me cativam muito e me envolvi facilmente com a história de Sophie. Sofri com ela, fiquei extremamente angustiada na maior parte do tempo e quando estava devorando o livro, querendo saber o que aconteceria com o jovem pintor Édouard que foi obrigado a lutar pela frente de batalha aberta pela França, se ele voltaria ou não para os braços de sua amada Sophie, de repente a história é interrompida e começa-se uma nova , agora no ano de 2006 e protagonizada por Liv.
Confesso que abandonei o livro por algumas semanas , mas depois resolvi retomar a leitura ainda um pouco decepcionada. Fui conhecendo melhor a historia de Liv e as coisas tornaram-se interessantes novamente quando as duas histórias se cruzaram. Depois o livro foi alternando entre as duas histórias e fiquei duplamente angustiada.
O final do livro deixou um "gosto de quero mais" e ainda não estou completamente recuperada, mas em suma o livro é bom.


 

10 de dez de 2015

Divergente - Livro 1

Sinopse

O mundo é dividido em facções. Audácia, Abnegação, Amizade, Erudição e Sinceridade, além dos Sem Facção. Aos 17 anos, todos passam por um teste que vai ajuda-los a escolher a qual facção se juntar. Uma vez que a escolha é feita não há volta, Facção acima do sangue.
É assim que funciona, o sistema ajuda a manter a vida em ordem. Pelo menos é o que eles dizem.

O teste não funcionou em mim, meus resultados foram inconclusivos. Ninguém pode saber, e por isso eu vivo sob uma capa para tentar me manter viva. Meu nome agora é Tris e eu sou Divergente.

Resenha

Cada facção desenvolve um tipo de serviço na Distópica cidade de Chicago da autora Veronica Roth:
A Erudição concentra os estudiosos, responsável pelo setor de desenvolvimento tecnológico e científico;
A Amizade abriga aos amigáveis (rs), e basicamente cuida das plantações para o fornecimento de comida;
A Sinceridade é composta por aqueles que falam somente a verdade, sendo atribuída a ela trabalhos relacionados a justiça;
Na Audácia somente os corajosos, responsáveis pela segurança da cidade;
A Abnegação é a facção dos altruístas, fazendo trabalhos sociais e cuidando da administração da cidade.
Todos os jovens passam por um teste que deve ajudá-los a escolher uma facção a qual se juntar, o que deve ser feito com muito cuidado pois a facção se torna a nova casa dos seus membros, e o lema deles é facção acima do sangue
Beatrice cresceu numa família da Abnegação, mas nunca se encaixou nessa facção. Quando seu teste gera um resultado inconclusivo, ela se vê com a difícil tarefa de escolher uma facção e tentar esconder sua natureza. Com o alvo em suas costas, ela vai para a Audácia e lá troca seu nome para Tris. E no meio de toda a confusão para se manter viva e conseguir passar pelo treinamento de sua nova facção, Tris encontra em Quatro, seu instrutor, mais do que apenas alguém para ensiná-la artes márcias.
Com um relacionamento nada normal e com a líder da Erudição planejando eliminar todos os divergentes, a história  de Tris é eletrizante, com momentos de ação, amor, tristeza e superação.



O livro fez tanto sucesso que gerou um filme, com direito muito efeito especial e uma linda trilha sonora... e um Four/Tobias de tirar o fôlego haha. Confira o trailer:


Os Bedwyns - Ligeiramente Casados - Livro 1

Sinopse
À beira da morte, Capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia do seu falecimento à sua irmã e que a protegesse "custe o que custar!" . Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.
Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento de seu pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele, o que acontecerá em quatro dias.
Fiel a sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele para sua carreira militar.
Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias que ficariam juntos transformam-se em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...

Sinopse via Skoob.

Resenha
Gente... que livro! Um romance histórico com um enredo que te prende do início ao fim. Aidan é muito relutante em aceitar que está se apaixonando por sua esposa de "conveniência". Já Eve, acostumada a sua liberdade e sua vida no campo, se encontra lutando contra os sentimentos que crescem em seu peito, com medo de amar Aidan e terminar com o coração quebrado.
Enfim, o livro é lindo e super romântico, como podemos ver nesse trecho:



Além disso, a autora nos dá vislumbres dos outros personagens, como os irmãos de Aidan, que protagonizarão os próximos livros da saga.



'