18 de fev de 2015

Um amor para Recordar

Sinopse


Um amor para recordar, de Nicholas Sparks, é narrado em primeira pessoa e conta, após quarenta anos, a história da paixão vivida por Landon (narrador) e Jamie. Landon é um jovem de família rica que mora em Beaufort, Carolina do Norte; está no ultimo ano do ensino médio e pensa somente em aproveitar sua liberdade e juventude antes de se formar e tentar entrar na faculdade. Jamie, uma garota nada convencional, é filha do pastor da cidade, auxilia no orfanato local, salva animais machucados e carrega sempre uma bíblia consigo. Os dois, apesar de se conhecerem desde a infância, nunca chegaram a trocar mais do que algumas palavras; porém, o baile da escola e a peça de teatro da cidade, criada pelo pai de Jamie, acabam fazendo com que eles se aproximem. Apesar do medo que Landon tem de ser visto por seus amigos com Jamie, que é considerada estranha por todos na escola, uma amizade cresce aos poucos e ele logo se vê apaixonado por ela.
A paixão é correspondida, porém o romance é fortemente abalado por algo que acontece com Jamie.

Resenha

Esse foi um dos primeiros livros do Nicholas Sparks que eu li e que certamente contribuiu para eu amar todos os livros dele. A história é linda e emocionante (Sim, chorei lendo o livro),uma incrível lição de vida e amor.
Acho que o que me faz gostar tanto de livros como este , é o fato de que eles me fazem acreditar que ainda existem pessoas que amam verdadeiramente e que são capazes de tudo por amor.
Um casal improvável, o menino que anda com o grupo dos "populares" e a menina esquisita, filha do pastor. Um cara que se preocupa muito com o que os outros vão dizer a seu respeito e a menina que só se preocupa em ajudar aos outros.
Na humilde opinião desta que vos escreve, um dos melhores livros do Nicholas Sparks. Super Indico.
“Há momentos em que desejo fazer o tempo voltar e apagar toda a tristeza, mas eu tenho a sensação de que, se o fizesse, também apagaria a alegria. Assim, revivo as memórias da forma como vêm, aceitando todas elas, deixando que me guiem sempre que possível. Isso acontece com mais frequência do que as pessoas percebem... Quando eu tinha 17 anos, minha vida mudou para sempre... Estou com 57, mas ainda me lembro de tudo o que aconteceu naquele período, em seus mínimos detalhes. Sempre o revivo em minha mente, trazendo-o de volta á vida, e sinto uma estranha combinação de tristeza e alegria quando o faço. Está e a minha história - prometo contar tudo. No início você vai sorrir e, depois, chorar – não diga que não avisei.”

E é óbvio que essa linda história de amor se tornou filme *-*

TAG 7 Coisas



Fomos indicados pelo blog A culpa é dos livros para responder essa Tag, e aí estão nossas respostas :


7 coisas pra fazer antes de morrer:

Deb: Conhecer pelo menos 5 países e culturas diferentes
Gleice: Ler, ler e depois ler de novo
Deb: Ser mãe
Gleice: Conhecer o Bom Jovi
Deb: Encontrar o homem da minha vida
Gleicy: Viajar e conhecer todos os lugares citados nos livros que amo
Deb: Escrever um livro

7 coisas que mais falo:

Gleice: Eita lasqueira!
Deb: Ai ai
Gleice: Nossa, que calor!!!
Deb: Á tá
Gleice: Mamis!!
Deb: Sei (com uma leve ironia)
Gleice: Ta loucasso?!

7 coisas que faço bem

Deb: Ler
Gleice: Interpretação de texto
Deb: Escrever
Gleice:Falar com estranhos
Deb: Escutar as pessoas
Gleice: Bolo
Deb: Tranças

7 coisas que NÃO faço bem:

Gleice: Cantar
Deb: Dançar
Gleice: Escrever
Deb: Mentir
Gleice: Ser paciente
Deb: Falar sobre eu
Gleice: Cuidar de crianças (as crianças sempre me dão um “migué”)

7 coisas que me encantam:

Deb: A manifestação do Espírito Santo de Deus
Gleice: Livros
Deb: Bebês
Gleice: Música antiga (aquelas bem melosas dos anos 80, sabe?)
Deb: O mar
Ambas: Cachorros
Deb: Histórias

7 coisas que eu não gosto:

Gleice: Esperar (já ficou claro que sou impaciente, né rs)
Deb: Mentira
Gleice: Receber lição de moral de quem nem sabe o que é ter moral
Ambas: Falsidade
Gleice: Gente se metendo na minha vida. O que eu faço ou deixo de fazer não interessa a ninguém
Deb: Que me acordem atoa
Deb: Gente que se acha melhor que os outros

7 blogs para responder a TAG:

Relicário de Papel
Livros & Tal
Jovens Leitores
Palavras como fonte de magia
Louzada Geekish Books
The Fictional World

16 de fev de 2015

Desejo Concedido (Guerreiras Maxwell 1)

Sinopse

No cenário da guerra entre Escócia e Inglaterra nasce um amor entre uma jovem escocesa e um importante inglês. Desse amor taxado como impuro, nascem Megan, Shelma e o pequeno Zac.
Após a morte de seus pais, Megan e seus irmãos se veem ameaçados sob a custódia de seus tios ambiciosos, que os tratam mal, os chamam de selvagens por seu sangue escocês e pretendem casar a ela e sua irmã com asquerosos aliados para que eles tomem o domínio sobre as terras de seu falecido pai. O desespero as leva a pedir ajuda a um velho amigo de seu pai, que envia os irmãos à Escócia para morar com seu avô materno. Nas terras do clã McDougall Megan e seus irmãos tentam recomeçar suas vidas, mas ainda há dificuldades de serem aceitos pela comunidade, que preconceituosamente os chamam “sassenach” por seu pai ser inglês, além disso, os ingleses as continuam caçando, por isso ambas correm perigo de vida.
Eis que surge um guerreiro highlander para mudar a vida de Megan completamente. Duncan, ao conhecer a destemida mulher de cabelo negro azulado se vê completamente encantado, mas o temperamento de Megan juntamente com o passado de Duncan faz com que nenhum deles se entregue aos sentimentos que borbulham em seus corações. Mas uma tragédia faz uma promessa unir o casal num casamento com prazo de validade de um ano e um dia. Será que eles finalmente irão se dar conta do amor que sentem? Ou ao final do prazo, ambos seguirão caminhos diferentes?

Resenha

Duncan é um guerreiro highlander conhecido como “Falcão”, que com seus olhos verdes determinados é temido no campo de batalha. Megan é uma jovem destemida e livre como o vento, conhecida como a “Impaciente” por seu temperamento explosivo. Isso rende momentos hilários e tensos durante toda a história.
“- O que faz uma moça andando sozinha pela floresta a estas horas?
- Estava dando um passeio com meu cavalo senhor.
- Vestida de rapaz e jogando poções na água dos outros?
- Mas bom, que desfatez! – Respondeu Megan mudando de postura – Estava me espionando, verme miserável?

Se você quer ler um romance histórico, com perigos, batalhas e paixão, então desejo concedido ;)


Bônus: Ao decorrer do livro também conheceremos a história de amor de Shelma, a irmã de Megan, e do valente guerreiro Lolach, amigo estimado de Duncan.


7 de fev de 2015

A Outra Face

Sinopse:

A Outra face é um livro da escritura Deborah Ellis baseado em histórias e relatos que ela ouviu no campo de refugiados no Paquistão.
A personagem principal é Parvana é uma menina afegã que tem 11 anos, mora com o pai , a mãe Fatana, a irmã Nooria de 17 anos, o casula Ali e a irmã Maryam de quatro anos . Parvana tinha um irmão mais velho chamado Hossein que acabou morrendo em uma mina terrestre. Seu pai era professor de história, em meio a ditadura militar de seu país e o regime muito rude, caiu uma bomba dentro da sala da escola que ele trabalhava, com isso ele acabou perdendo a perna. As bombas também atingiram a casa da família, que teve que se refugiar em locais cada vez menores, sempre se mudando quando uma bomba acabava com a moradia em que estavam, até chegarem ao ponto de morarem em um único quarto alugado.
Certo dia os talibãs invadiram a casa de Parvana, bateram em sua mãe e levaram seu pai preso.Com a prisão de seu pai, Parvana se vê obrigada a ajudar a sua família a sobreviver em meio a tudo isso, trabalhando na antiga função de seu pai; mas só existe um jeito disso ser feito, Parvana tem que se vestir de homem, afinal segundo o regime talibã, as mulheres são inferiores aos homens e por isso não podem desempenhar papéis significativos em meio a sociedade, nem sequer andar desacompanhada de um homem pelas ruas.

Resenha:
Esse livro é extremamente especial para mim, pois foi um dos primeiros livros que eu li e o que despertou o meu interesse por romances que acontecem em meio a catástrofes sociais, principalmente guerras históricas. Esse livro foi uma indicação que um professor de história me fez, quando eu estava na 7ª série e recentemente o li novamente
A história é incrível,de leitura rápida e envolvente, que encanta do começo ao fim.

'