29 de jan de 2017

Desafio de Janeiro

Gleicy, chegou o grande dia em que você finalmente vai ler um livro do Nicholas Sparks \o/

1º Não me mate
2º Eu escolhi um dos meus livros preferidos dele
3º Vá de coração aberto e dê uma chance para essa história linda

Te desafio a ler:


28 de jan de 2017

Desafio de Janeiro

Olá, olha quem tá de volta!

O desafio de Janeiro para a Deb é um livro que eu li faz um tempo e que agora virou até filme. Um suspense do qual eu gostei muito e foi super envolvente.

Te desafio a ler:


The Legal Briefs 3 - Appealed

Sinopse
Quando Brent Mason olha para Kennedy Randolph, ele não vê a menina estranha, doce que cresceu ao lado. Ele vê uma mulher auto-confiante, deslumbrante ... que quer esmagar o mais íntimo - e premiado - partes de sua anatomia sob os calcanhares de seus Christian Louboutins.
Brent nunca deixou a perda de sua perna em um acidente na infância afetar sua capacidade de levar uma vida satisfatória. Ele fixa objetivos altos - e então ele os alcança.
E agora ele está de olho em Kennedy.
-------------
Quando Kennedy olha para Brent Mason, tudo o que ela vê é o adolescente egoísta, digno do catálogo de Abercrombie & Fitch, que a humilhou no colégio para se juntar à multidão popular. Uma multidão que fez daqueles anos um inferno.
Ela não é mais uma desajustada social - ela é uma promotora de DC com uma longa série de vitórias atrás dela. Brent é o advogado adversário em seu próximo caso e ela acha que é hora de colocá-lo através de um inferno de sua autoria.
Mas as coisas não estão exatamente funcionando dessa maneira.
Porque cada troca impetuosa a faz saber se está apaixonado no quarto como ele está na sala de audiências. Cada argumento e objeção só o faz querer mais. No final, Brent e Kennedy podem simplesmente encontrar-se no amor ... ou em desrespeito ao tribunal.

Resenha
Apaixonante.
Essa é a palavra que resume esse livro.
Como sempre, Emma Chase arrebatou meu coração com mais uma história.
O primeiro amor, o bullying, o sucesso e a vingança. Essa é a trama que embala o casal de Appealed.
Esse foi o livro que eu mais gostei da série, pois mostra a amizade de anos, o carinho, a superação, e como podemos fazer coisas terríveis sem ao menos nos darmos conta do estrago.
Brent e Kennedy eram amigos, vizinhos com famílias boas porém loucas e muito unidas. Brent é popular, apesar de ter uma parte da perna amputada, joga lacrose e é a sensação da caríssima escola que eles frequentam. Já Kennedy é tida como esquisita, excluída. Com o passar dos anos ambos se apaixonam, o primeiro amor, mas um mal entendido joga tudo pelos ares.

- Nós éramos amigos
- Não para mim. Não depois daquela noite. Eu não queria sua amizade, Kennedy, queria você. E se eu não podia te ter, teria que fingir que você não existia. Porque então poderia me enganar que não estava perdendo tudo o que eu sabia que estava.
Mas eu ainda pensava nela. Sonhava com ela.
E sentia falta dela, o tempo todo.


Kennedy sente uma profunda raiva de Brent pelo que ele fez com ela e por tudo que ela teve que enfrentar, o bullying e as ameaças.

- Não acredito que você disse ao juiz Phillips que eu quebrei seu coração.
- Você fez. Há catorze anos, mas ainda me lembro como me senti, estava quebrado...
- Você não sabe o significado da palavra despedaçada.


No decorrer do livro, até eu me apaixonei pelo Brent e queria casar e ter seus filhos!!! Sério, o cara é um sonho.

- Eu quero fazer as pazes com ela. Porque, eu me sinto como um bêbado no escuro que ficou sóbrio, e eu precisamos ouvir sobre os pedaços de tempo que estão me faltando. Porque...ela sempre foi a única.



Se apaixonem também por essa história!


The Legal Briefs 2 - Sustained

Sinopse
Um cavaleiro de armadura manchada ainda é um cavaleiro.
Quando você é um advogado de defesa em Washington, DC, você vê em primeira mão como a vida pode ser dura, e que às vezes a única maneira de sobreviver é ser mais difícil. Eu, Jake Becker, tenho fama de ser frio, insensível e intimidador - e isso me serve muito bem. Na verdade, é necessário quando estou derrubando uma testemunha no estande.

Complicações não funcionam para mim. Se você é meu cliente, me diga os fatos básicos. Se você é meu encontro, vamos direto ao quarto para um bom tempo. Eu não sou um terapeuta ou Prince Charming - e eu não pretendo ser.
Então Chelsea McQuaid e seus seis sobrinhos órfãos vieram e complicaram o inferno sempre amoroso de minha vida. Agora vou às aulas da mamãe e eu, concertos One Direction, a sala de emergência e discutindo casos no escritório do diretor.
Chelsea é muito doce, muito inocente, e muito linda para seu próprio bem. Ela tenta ser dura, mas ela não é. Ela precisa de alguém para ajudá-la, defendê-la ... e as crianças.
E isso eu sei como fazer.

Resenha
Jake, como nós já conhecemos em Overruled(clique no nome do livro para ler a resenha), é o mais “cretino/pegador” dos amigos do mundo de Legal Briefs. Logo no início do livro ele enfrenta uma situação que o faz repensar essa sua tática de “uma garota por noite”.
Em Sustained conhecemos Chelsea, uma tia com seis sobrinhos órfãos, e a forma como Jake a conhece é, no mínimo, inusitada. Um dos sobrinhos de Chelsea simplesmente rouba a carteira de Jake na rua e, com o passado dele em mente, Jake resolve levar o menino para casa ao invés de manda-lo para a delegacia. Lá ele tem seu primeiro encontro com a titia mais linda e doce.
Como Jake não quer complicações, o casal tem muitos altos e baixos, e quando a gente pensa que finalmente as coisas estão se acertando BOOM, vai tudo pelos ares novamente.

Uma coisa muito interessante dessa série é que o livro é narrado pelo personagem masculino, o que é uma sacada muito legal e deixa tudo muito mais divertido e sincero.


The Legal Briefs 1 - Overruled


Sinopse
Como um advogado de defesa DC, Stanton Shaw mantém a cabeça fria, suas perguntas afiadas, e seus argumentos irrefutáveis. Eles não o chamam de Encantador de Júri por nada - com seu charme do sul, sorriso desarmador e olhos verdes cativantes - ele é um homem difícil de dizer não. Os homens querem ser ele e as mulheres querem ser completamente examinadas por ele.
Stanton é um homem com um plano. E por um tempo, a vida estava indo de acordo com esse plano.
Até o dia ele recebe um convite para o casamento de sua namorada do colégio e mãe de sua amada filha de dez anos. Jenny está se casando - com alguém que não é ele.
Isso definitivamente não faz parte do plano.
--------------
Sofia Santos é uma cidade levantada, litigante sem sentido que pretende se tornar a mais reverenciada advogada de defesa criminal no país. Ela não tem tempo para relacionamentos ou distrações.
Mas quando Stanton, seu "amigo com benefícios" pede a ajuda, encontra-se fora de seu elemento, fora de sua profundidade, e obviamente fora de sua mente. Porque ela concorda em ir com ele - para O Meio de Nenhum lugar, no Mississipi - fazer tudo o que puder para ajudar Stanton a reconquistar a mulher que ele ama.
Sua cabeça diz que ela é louca ... e seu coração diz outra coisa inteiramente.
------
O que acontece quando você mistura uma cidade sem saída, dois discutidores profissionais, uma rainha de regresso a casa, quatro irmãos mais velhos, alguma salsicha Jimmy Dean e uma Nana de armas?

O Bourbon flui, as paixões se levantam e mesmo os planos mais bem colocados podem ser indeferidos pelos desejos do coração.

Resenha
O que dizer de Emma Chase? Essa autora arrasa!
Overruled é um livro que tem tudo para dar certo, o mundo do Direito como fundo, um amor de infância e uma amizade colorida. E o melhor disso tudo? Deu realmente certo.
Ao ler a sinopse confesso que fiquei com o pé atrás, pois não gosto de triângulo amoroso, muito drama sabe? Porém, dei uma chance e foi a melhor decisão que tomei. A autora consegue nos envolver na história, mas não tem aquela dúvida por quem torcer para ficar com o mocinho, desde o início você torce pela Sofia, que por sinal é brasileira! Viu como essa autora é maravilhosa?!
A história não nos mostra um romance utópico, mas uma história de amor na qual a gente consegue se imaginar, com as inseguranças, as crises, etc. Além disso, temos personagens bem desenvolvidos, com toda uma história de fundo, e uma amizade sólida.


20 de jan de 2017

A Casa Assombrada



Sinopse:

Eliza Caine tem 21 anos e acaba de perder o pai. Totalmente sozinha e sem dinheiro suficiente para pagar o aluguel na cidade, ela se depara com o anúncio de um tal H. Bennet. Ele busca uma governanta para se dedicar aos cuidados e à educação das crianças de Gaudlin Hall, uma propriedade no condado de Norfolk – sem, no entanto, mencionar quantas são, quantos anos têm ou dar quaisquer outras explicações. Assim, ela larga o emprego de professora numa escola para meninas e ruma para o interior. 

Chegando a Gaudlin Hall, Eliza se surpreende ao encontrar apenas Isabella, uma menina que parece inteligente demais para sua idade, e Eustace, seu adorável irmão de oito anos. Os pais das crianças não estão lá. Não se veem criados. Ela logo constata que não há nenhum outro adulto na propriedade, e a identidade de H. Bennet permanece um mistério.

A governanta recém-contratada busca informações com as pessoas do vilarejo, mas
todos a evitam. Nesse meio tempo, fica intrigada com janelas que se fecham sem
explicação, cortinas que se movem sozinhas e ventos desproporcionais soprando pela
propriedade. E então coisas realmente assustadoras começam a acontecer… 

Sinopse via Skoob

Resenha:
Esse é um daqueles livros que te prende de tal forma que você não consegue fazer qualquer outra coisa antes de terminar a leitura. A narrativa , a escrita é excelente.Me envolvi muito com a história de Eliza Caine, a ponto de ficar triste, angustiada, com medo em muitos momentos.
Embora tenha sido escrito pelo John Boyne, quem escreveu um dos meus livros preferidos da vida (O menino do pijama listrado), eu não esperava gostar tanto desse livro pois não é o tipo de leitura que faço normalmente mas foi um mero equivoco, gostei muito. Mistério, sobrenatural estão muito presentes nessa história mas mais do que isso a história fala de perdas, solidão, como seguir em frente.
Me apeguei demais a protagonista Eliza e a fui admirando cada vez mais. Primeiro a relação bonita que ela tinha com o pai,depois sua lealdade e comprometimento com as crianças do seu novo emprego, a força e coragem que demonstrou em muitos momentos me fez torcer muito por ela.
 Todo o mistério que permeia Gaudlin Hall e as pessoas que lá vivem me fizeram devorar esse livro na busca por entender o que estava de fato acontecendo e embora em alguns momentos eu tenha feito deduções corretas, não há nada de óbvio nesse livro.
O final do livro me deixou com a sensação de "quero mais", só me resta esperar uma continuação...





10 de jan de 2017

A Rainha Vermelha - Livro 1

Sinopse
O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe — e Mare contra seu próprio coração.

Resenha
Quem gostou de A Seleção levanta a mão \o/
Quem gostou de Divergente levanta a mão \o/
Se você levantou suas mãozinhas tenho uma grande dica: você vai amar esse livro. A Rainha Vermelha é uma fusão entre Divergente e A Seleção (clique em cima do nome do livro para ver a resenha) com um toque de algo que só a autora pode dizer o que é, e vou te falar, Victoria estava mais do que inspirada para escrever esse livro!
O mundo nessa história é dividido entre os prateados e os vermelhos, sendo os primeiros dotados de poderes, como dominar o fogo, a água, as plantas o metal, etc, enquanto os vermelhos são “comuns”. Como você já deve prever, os vermelhos são os criados, enquanto os prateados compõe a Realeza e os cargos mais importantes. Vermelhos, ao completar 18 anos, são obrigados a ir para a Guerra lutar na frente de batalha, a não ser que eles possuam algum trabalho fixo. É nesse mundo distópico que encontramos Mare, a ovelha negra da família. Sem nenhum talento ou emprego num futuro próximo, ela se vira fazendo pequenos furtos para ajudar a família a sobreviver. Seus irmãos estão todos na Guerra, que por sinal deixou seu pai numa cadeira de rodas e com aparelhos para fazer funcionar o pulmão. Sua irmã é o orgulho, com mãos de fada conseguiu um emprego para bordar roupas para os prateados. Mare inveja a irmã, não de um jeito ruim, ela só queria que ela também tivesse algum talento para trazer orgulho aos pais.
Tudo vai pelos ares quando o melhor amigo de Mare, Killorn, perde seu emprego como pescador e, inevitavelmente, será convocado para a guerra. No desespero para ajudar seu amigo, como sempre fez, ela vai tentar de tudo para salvá-lo desse destino cruel. Um encontro inesperado muda o rumo deprimente que a vida de Mare está tomando e, por um segundo, ela pensa que finalmente ela será salva. Porém, como tudo na vida, nada vem fácil para Mare, e quando tudo indicava um rumo certo, ela despenca em cima de um escudo elétrico na frente de centenas de prateados, no Palacete do Sol. Mas, ao invés de fritar como uma batata, Mare absorve a eletricidade. Aha!  Mare tem poderes! Está salva, única vermelha com habilidades especiais, tudo certo, maravilhoso. Só que não.
Agora, com a descoberta de seus poderes misteriosos, Mare tem que fingir ser aquilo que ela mais odeia: prateada.
Numa teia de mentiras, armações e manipulação, ela vai ter que sobreviver em meios as farsas e maquinações da Rainha, e terá seu coração quebrado e despedaçado junto com suas esperanças.
A história é eletrizante (entenderam o trocadilho? HAHA), e a autora escreve seus personagens de uma forma na qual conseguimos nos identificar, apesar de ser uma distopia, os sentimentos são todos muito humanos, fazendo brotar no leitor o questionamento: Será que nessa situação eu faria diferente? Em quem eu confiaria? O que é o certo? Uma vida vale mais do que a outra? Qual é o preço da Guerra?




The Rocker That Needs Me



Sinopse

O Demônio...
Venho lutando meus próprios demônios durante a maior parte da minha vida. O álcool parece anestesiar a dor, mas nunca faz os pesadelos ir embora. Tudo que eu quero na vida é um pouco de paz. Quando eu conheci o meu anjo parecia que eu a encontrei, mas há muitas coisas entre nós. Por que ela tinha que ser tão jovem...?
O Anjo do Demônio...
Encontrar Drake foi a melhor coisa que já me aconteceu. Eu encontrei o meu amigo, minha alma gêmea. Mas ele deixa a minha idade ficar entre nós. Há algo que o persegue, e eu quero egoistamente ser a que o ajuda a conquistar seus fantasmas. Se ele apenas me deixasse entrar, me deixasse aproximar, eu acho que poderia ajudá-lo...


Resenha

Estava sumida do blog por conta dos compromissos da faculdade/trabalho, mas essa indicação de livro vale por todo tempo no qual estive sem postar nada. Eu amo essa série, não tem como não se apaixonar por esses astros do rock, que foi exatamente o que aconteceu com a Lana. No livro anterior, The Rocker Who Savors Me (clique no título para ver a resenha), conhecemos Layla e suas duas irmãs mais novas, Lucy e Lana, que acabaram se mudando para a casa anexa a dos Demons’s Wings. Logo que Drake coloca os olhos em Lana a atração cresce como uma onda furiosa:

Minha cabeça se voltou para o som daquela voz, e eu tinha certeza de que meu coração parou no meu peito quando eu encontrei os olhos cor de uísque de um anjo.

Porém, Lana tem apenas 17 anos, então Drake e ela não se deixam ir além de uma bela amizade, cada um pelo seu próprio motivo.

Eu tentei ficar longe. Por cerca de um minuto, eu consegui, mas descobri que me machucava fisicamente ficar longe. Me recusei a dar outro nome aos meus sentimentos além de amizade. Sermos amigos era seguro.

Claro que isso não foi o que aconteceu, não é? Ambos caíram profundamente no amor um pelo outro, inexoravelmente.
Esse é o meu livro preferido da série por trazer mais do que só o tradicional “garota gosta do garoto, namoro, término, volta e final feliz”, o sentimento que eles têm é intenso, enraizado em seus corções. Drake tem sérios problemas no seu passado que fazem com que ele se entorpeça no álcool para esquecer as sensações de desespero que são como garras em sua alma, trazendo-o sempre para o abismo que ele enfrentou na infância. Isso o deixou marcado, tirou o brilho da vida de seus olhos.
Lana é jovem, mas teve que enfrentar a vida adulta muito cedo. Com uma mãe egoísta e desequilibrada, a vida nunca foi normal para Lana. Isso não tirou sua personalidade doce e amável, mas fez com que ela se afundasse nos estudos, sendo uma adolescente isolada.
O efeito que um provoca no outro é como um amanhecer de sol nas montanhas; lindo, desenvolvido aos poucos e inegável.

Era reconfortante estar com ela. Eu fui capaz de conseguir dormir sem uma garrafa de Jack Daniels por uma semana inteira. Quando acordava todas as manhãs eu não estava encharcado de suor, como normalmente.

Porém, uma noite muda tudo drasticamente e, acredite em mim, dá para sentir a dor irradiando das páginas do livro. Após esse episódio, que claro não vou contar para não estragar a leitura, a história consegue ficar ainda mais bonita e profunda.

Esta semana tinha sido horrível sem ela. Não havia nenhum motivo para sorrir quando ela não estava por perto. Não tinha paz a ser encontrada quando eu não a tinha por perto.

Resumindo, o livro é maravilhoso, cheio de altos e baixos, nos faz sentir todas as emoções, mostra a beleza da amizade, a força da superação, o aprendizado da dor e a força do amor.
Para embalar o casal, a música perfeita é Drunk Enough da Angels Fall:

Eu tive um momento de fraqueza
Eu espero que você possa encontrar alguma maneira
Algum perdão dentro de você
Eu deviria ter mantido você mais... perto
Eu deveria ter estado lá
Eu fui idiota, me arrependo
Porque agora você está indo embora


PS: As capas dos livros são um pouco deprimente. As imagens que usei são de Jared Leto, como Drake e Lucy Hale como Lana, pois foram os atores que me vieram na mente assim que li a história do livro.




7 de jan de 2017

Reasonable Doubt - Partes 1,2 e 3




Sinopse
Nesta série, a autora best-seller do The New York Times e do USA Today, Whitney Gracia Williams, mistura os mundos do Direito e da dança em uma narrativa apaixonante e erótica que vai fazer o leitor rir, chorar e querer (sempre) um pouco mais.
Andrew Hamilton é um advogado extraordinário que só se envolve com mulheres que conhece pela internet. Sua astúcia e beleza, porém, preservam um segredo do passado – aquilo que fez dele o homem que hoje é. Seu lema com as mulheres é simples e direto: “Uma noite e nada mais”. Até o dia em que uma mulher especial entra em sua vida, fazendo-o rever suas convicções sobre relacionamentos e virando seu mundo de pernas para o ar...
Resenha
Então, o livro é dividido em três partes, sendo a primeira e a segunda muito curtas, terminando no meio de uma cena. Gente, sinceramente, que livro é esse? Andrew tem um passado sombrio e traumatizado do qual a escritora vai nos dando pequenos vislumbres no decorrer do livro, então você tem que ler as três partes para conseguir montar o cenário. A única parte que eu particularmente não gostei foi a descrição das cenas eróticas, achei um tanto quanto "baixa" sabe? Fora isso é uma historia mediana, com um toque interessante da introdução do mundo do direito, com cada capítulo se iniciando com a explicação de um termo técnico usado na área.

Concluindo, o livro é mediano, não é aquela maravilha mas não chega a ser ruim .


'