15 de mar de 2016

Depois de Você




Se você ainda não leu "Como eu era antes de você", sugiro que dê uma olhada na minha  Resenha , leia o livro e depois volte nesse post :)

Sinopse:
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Sinopse via Skoob

Resenha:
Esperei ansiosamente por este livro desde que terminei de ler "Como eu era antes de você", livro que me fez  ficar pelo menos duas semanas com DPL(Depressão pós livro). Fiquei com o coração destruído quando Will resolveu suicidar e deixou Lou sozinha e sofrendo (Fiz até uma extensa pesquisa sobre a Dignitas).
Em "Depois de você" Lou está tentando se recuperar e seguir em frente, algo muito difícil quando se perde alguém que tanto amou. Após a morte de Will ela passou um tempo viajando pela Europa, conhecendo pessoas e lugares, buscando uma direção, tentando encontrar seu lugar no mundo.
Quando voltou para a Inglaterra sabia que precisava recomeçar e seguir em frente, só não sabia como...
Você não me deu uma vida, deu? De jeito nenhum. Só acabou com a minha antiga. Desfez em pedacinhos. O que eu faço com o que sobrou?
 Morando sozinha , trabalhando como garçonete, uma vida nada empolgante, mas era o que estava ao alcance dela. Num certo dia ela acaba caindo do terraço, e esse acidente faz com que ela volte para a casa dos pais, onde fica por algum tempo e a faz trazer à tona muitas lembranças.
Nunca se sabe o que vai acontecer quando se cai de uma grande altura.
Ao voltar para o seu flat em Londres, duas pessoas entram na vida de Lou . O paramédico Sam e um outro alguém (que com certeza você ficará tão surpresa quanto eu ao descobrir).
Jojo Moyes é uma das minhas autoras preferidas, e tive medo de me decepcionar com esse livro, mas ela soube desenvolver a história de forma fantástica. Passei a admirar muito a Louisa Clark nesse livro(por mais que ás vezes tenha dado vontade de dar uma sacudida nela pra ver se ela acordava pra vida ), o fato dela se preocupar mais com os outros do que consigo mesma, ajudar as pessoas mesmo que para isso fosse necessário sacrificar seu futuro. A autora não mudou a personalidade dela para que ela conseguisse superar, ela colocou pessoas e criou situações para que isso acontecesse. Lou continuou sendo aquela pessoa insegura, sem grandes ambições, atrapalhada, que tinha uma meia de abelinha, mas as experiências que ela foi vivendo a foi ajudando a cicatrizar as feridas em seu coração.
A única forma de evitar ser deixada para trás era começar a seguir em frente. 
Enfim, amei o livro e fiquei feliz por saber o que aconteceu com Louisa Clark, Depois de ...Will Traynor.

4 de mar de 2016

Destrua esse diário - Parte 1



Um diário costuma servir para anotar ideias, memórias ou registros do cotidiano. Keri Smith, ilustradora e artista canadense, inventou um tipo diferente de diário, que exige do usuário uma interação mais lúdica e inusitada. Com a proposta de estimular a criatividade e questionar convenções sobre a forma como lidamos com os objetos, Destrua este diário nos convida a rasgar páginas, rabiscar, pintar fora das linhas, manchar e até mesmo levar o livro para o banho.
Este foi  o meu primeiro livro interativo e confesso que gostei mais do que imaginei. "Destrua esse diário" fez muito sucesso no ano passado  por ser algo inovador .
Há aqueles que de fato destruíram o diário, levaram as instruções ao pé da letra  e teve quem seguiu as instruções de forma mais "artística".
Segue as imagens de algumas das páginas que eu fiz no meu diário :)












         

'