26 de fev de 2016

Eu Sou Malala



Sinopse:

Quando o Talibã tomou controle do vale do Swat, uma menina levantou a voz. Malala Yousafzai recusou-se a permanecer em silêncio e lutou pelo seu direito à educação. Mas em 9 de outubro de 2012, uma terça-feira, ela quase pagou o preço com a vida. Malala foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria.
Mas a recuperação milagrosa de Malala a levou em uma viagem extraordinária de um vale remoto no norte do Paquistão para as salas das Nações Unidas em Nova York. Aos dezesseis anos, ela se tornou um símbolo global de protesto pacífico e a candidata mais jovem da história a receber o Prêmio Nobel da Paz. Eu sou Malala é a história de uma família exilada pelo terrorismo global, da luta pelo direito à educação feminina e dos obstáculos à valorização da mulher em uma sociedade que valoriza filhos homens. 
O livro acompanha a infância da garota no Paquistão, os primeiros anos de vida escolar, as asperezas da vida numa região marcada pela desigualdade social, as belezas do deserto e as trevas da vida sob o Talibã. Escrito em parceria com a jornalista britânica Christina Lamb, este livro é uma janela para a singularidade poderosa de uma menina cheia de brio e talento, mas também para um universo religioso e cultural cheio de interdições e particularidades, muitas vezes incompreendido pelo Ocidente. 

Sinopse via Skoob

Resenha:

 Malala Yousafzai. Que pessoa incrível, que história de vida sensacional.
Eu gosto muito de histórias de pessoas que viveram em  meio a  guerras. Acho excepcional ver o ponto de vista de alguém que de repente teve sua vida virada de ponta cabeça, devido a uma guerra que independente dos motivos só traz destruição.
Gostava muito das aulas de história na escola e sempre que o assunto era uma guerra, lembro que pensava nas pessoas que viviam naqueles lugares , ninguém deu a elas a opção de estar ou não em meio a guerra, elas simplesmente viviam num lugar que de um dia para o outro se tornou o palco de uma guerra e elas se vêem obrigadas a tentar fugir ou viver em meio à bobas e tiros, lutando para preservar suas vidas.
Malala uma ativista paquistanesa, em 2009  com apenas 12 anos de idade decide não ficar de braços cruzados durante a ocupação Taliban no vale do Swat. 
Filha de um professor e dono de uma escola para meninas, ela valoriza muito a educação e tinha o sonho de se tornar médica. Num dado momento o Taliban proíbe a educação de meninas (entre outras muitas exigências) e então ela mostra uma maturidade tremenda e decide não se calar diante das opressões.
Malala começou a escrever num blog detalhes sobre o seu cotidiano durante a ocupação Taliban, as tentativas destes em controlar o vale e os seus pontos de vista sobre a promoção da educação.Aos poucos ela foi se tornando cada vez mais conhecida e consequentemente na mira do Taliban.
A história é fantástica, é real , e Malala Yousafzai ganhou o respeito e admiração do mundo todo ( ela até ganhou o prêmio Nobel da paz em 2014, mais do que merecido por sinal).

"Sentar numa cadeira, ler meus livros rodeada pelos meus amigos é um direito meu".


19 de fev de 2016

Músicas no limite da atração


Incrível quando o livro vem cheio de referências musicais \o/



Playlist criada pela autora Katie McGarry:





       CANÇÕES QUE AJUDARAM A DAR FORMA AO TEMA GERAL DA HISTÓRIA

Push – Matchbox Twenty



Bad Romance – Lady Gaga



Use Somebody – Kings of Leon



Scar Tissue – Red Hot Chili Peppers



PARA AJUDAR A COMPOR A PERSONALIDADE DO NOAH, ELA OUVIU:

Down –  Jay Sean



Changes- 2Pac & Talent



Hey Soul Sister – Train



PARA ECHO , ELA OUVIU:

Paint – Roxette



Sometimes Love Just Ain’t Enough – Patty Smyth & Don Henley



The End of the Innocence – Don Henley & Bruce Hornsby



CANÇÕES QUE A AUTORA ESCUTOU PARA CENAS ESPECÍFICAS:

Undone (The sweater song) – Weezer ( para Noah e echo na festa)



Crash Into Me – The Dave Matthews Band ( colocava sempre que precisava escrever uma cena de beijo entre o casal protagonista)



Free – Zac Brown Band ( representa tudo que Echo e Noah tivessem conquistado no fim da história e se você quer saber o que aconteceu no verão)


No Limite da Atração




Sinopse:

Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.
Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.
Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente.
No Limite da Atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar.

Sinopse via Skoob

Resenha:

No limite da Atração é um livro extremamente envolvente, com pouquíssimas página lidas  eu já estava completamente apaixonada pela história. Noah é o cara bonito,de poucos amigos, fama de bad boy e Echo é a "ex garota popular" que passou a ser a "garota esquisita" e excluída da escola. As poucos você vai descobrindo acontecimentos do passado deles que explicam perfeitamente suas personalidades. Cada um com seus traumas e cicatrizes e quando a história dos dois se cruzam não tem coração que aguente.Eu devorei esse livro em dois dias porque precisava muito saber o que aconteceria com eles e quais os mistérios do passado da Echo.
Diferente de alguns romances, os personagens tinham problemas reais e nada superficial, então por vários momentos eu estive super angustiada e durante toda a história eu consegui sentir o que os personagens estava sentindo. 
O livro é narrado em primeira pessoa, um capítulo por Noah e outro por Echo e isso faz com que a gente entenda perfeitamente as emoções e atitudes dos dois.
Descobri esse livro muito por acaso e me surpreendi, foi minha melhor leitura desse comecinho de ano. 


No final do livro a autora Katie McGarry faz uma playlist com as músicas que a ajudaram a criar os personagens e a história.Achei muito interessante e para quem gosta de ouvir música enquanto lê, vale a pena dar uma olhada nas últimas páginas do livro antes de inciar a leitura :) .
(Playlist criada pela autora)


Quando terminei de ler, fiquei sabendo que este é o primeiro livro de uma série. Fiquei feliz e preocupada (Com medo de não gostar do que a autora faria com Noah e Echo),mas os dois outros livros contam a história de dois dos coadjuvantes desse primeiro livro.
No limite da ousadia conta a história de Beth Risk, a amiga durona de Noah. Este livro é um spin-off, passando-se no mesmo universo do primeiro, com participações especiais de Isaiah, Noah e Echo. E No limite do Perigo é o terceiro livro da série, conta a história de Rachel Young (Uma personagem nova) e de Isaiah Walker, também amigo de Noah .


Realmente gostei muito de "No limite da atração" e estou bem ansiosa pra ler esses dois livros. Pretendo ler em breve e fazer resenha aqui no blog.
Estou com as expectativas altas  e espero que Katie McGarry não me decepcione rs. 
















10 de fev de 2016

Adeus por enquanto


Sinopse:

A talentosa autora de Atlas do amor inova em seu segundo romance, no qual conta a história do jovem casal que estendeu seu amor para além dos limites da vida. Não é milagre e nem magia, é pura ciência da computação. Graças ao software que Sam Elling, um divertido programador do MIT, desenvolve, torna-se possível conversar com projeções perfeitas de pessoas queridas que morreram. Assim, ele ajuda sua namorada a superar a perda recente da avó, mas não esperava que um dia fosse precisar se tornar usuário de seu próprio programa.

Sinopse via Skoob

Resenha:

"Adeus por enquanto" é um livro sem grandes surpresas (Na verdade sem surpresa nenhuma), a própria sinopse do livro conta de fato tudo que vai acontecer na história e então o leitor não se pergunta "o quê"  e sim "como" . Não vou falar sobre os personagens porque essa é uma das poucas coisas que você ainda tem para descobrir rs.
O livro aborda um tema muito delicado, a morte de pessoas e como seus entes queridos reagem à perda delas. Imagino que para alguém que tenha perdido alguém que amava muito, ler esse livro vá mexer muito com os sentimentos.
A princípio a idéia de um software onde você pode conversar com projeções ou receber email, SMS de pessoas queridas que morreram me pareceu muito estranho e uma forma de intervir no processo natural da morte, mas depois que a leitura começou a fluir fui entendendo como esse programa ajudou as pessoas no processo do luto e como a amizade entre os usuários e os envolvidos com o software os ajudou a enfrentar esse momento tão difícil. Me fez refletir sobre a vida e a morte.
Confesso que abandonei o livro porque estava achando chato e depois me forcei a terminar, e no fim das contas posso dizer que foi melhor do que eu imaginei.


'